DestaquesEsporteMato Grosso do Sul

Atletas de Mato Grosso do Sul são base do Brasil no futebol PC para o Parapan.

Cinco jogadores do Estado estão em Santiago, em busca da medalha de ouro.

A seleção brasileira de futebol para atletas com paralisia cerebral, o chamado futebol PC, está realizando os seus últimos preparativos antes de entrar em campo, representando o País nos Jogos Pan-Americanos de 2023, em Santiago, no Chile.

Sendo um dos estados que é referência nacional na modalidade, Mato Grosso do Sul é à base de paratletas da seleção, com cinco jogadores dos 14 convocados para os jogos.

Pelo futebol PC, a seleção conta com os seguintes jogadores sul-mato-grossenses: Bruno da Silva Ayva, da Associação Mobilizadora das Pessoas com Deficiência; Heitor Luiz Ramires Camposano, Jefferson Luiz da Silva e Matheus Aparecido Cardoso de Souza, do Centro Arco Iris de Reabilitação Alternativa (Caira); e Leonardo Giovani Morais, do Club de Regatas Vasco da Gama.

Na comissão técnica da seleção, Marcos dos Santos Ferreira e Yara Helena Yule, ambos do Caira, também representam o Estado no Parapan.

O auxiliar técnico da seleção, Marcos Ferreira, contou como está a preparação da equipe para a estreia, que será amanhã, contra a Argentina.

“A preparação foi boa. Fizemos uma ambientação no CT Paralímpico Brasileiro, onde o professor Paulo [auxiliar técnico] pode fazer suas pontuações dentro do esquema tático, para que a gente possa começar com o pé direito”, declarou Ferreira.

Perguntado sobre as seleções que podem dar mais trabalho para o Brasil, que é o atual campeão dos Jogos Parapan-Americanos e que busca defender o título, o auxiliar técnico da seleção informou que os Estados Unidos e a Argentina estão no páreo com o Brasil.

“Existe uma rivalidade grande com a Argentina, e creio que a Argentina e os Estados Unidos são equipes fortes e, por isso, serão equipes que teremos mais dificuldades”, disse.

O calendário de jogos da seleção brasileira de futebol PC começa em confronto contra a Argentina amanhã, depois enfrenta o Canadá no domingo, Estados Unidos na segunda-feira, os donos da casa, o Chile, na quarta-feira, e a Venezuela na quinta-feira. Já no dia 25, será disputado os jogos valendo o bronze e a medalha de ouro.

PAÍS NA MODALIDADE

O Brasil é o atual campeão da Copa América e dos Jogos Parapan-Americanos. No Parapan, a seleção foi medalhista de ouro nas três vezes em que a modalidade foi disputada (2007, 2015 e 2019).

Agora em Santiago, a seleção busca o seu tetracampeonato. O futebol PC integrou o programa da Paralimpíada entre 1984 e 2016. Nessa competição, o Brasil foi três vezes ao pódio, com uma prata (2004) e dois bronzes (2000 e 2016).

O futebol de PC, assim como a vela, ficou fora das edições de 2021 e 2024, dando lugar ao parataekwondo e ao parabadminton. O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) argumentou, à ocasião, que o esporte não teria o alcance exigido: ser praticado em pelo menos 24 países e três regiões do planeta.

MS REFERÊNCIA

Mato Grosso do Sul é uma das potências nacionais no futebol PC. Em 2019, o Estado chegou a ser representado na primeira divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol PC por três equipes das 10 que disputaram a competição na época.

Neste ano, o Caira foi vice-campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol PC sem ter perdido nenhuma partida, ficando na segunda colocação para o Vasco da Gama, por conta do critério de desempate (gols marcados).

Em 2022, a equipe do Caira foi a grande campeã do Brasileiro, vencendo o Vasco da Gama no CT Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP). Com o placar em 0 a 0 no tempo regular, a decisão foi para os pênaltis, e a equipe sul-mato-grossense balançou a rede do time carioca quatro vezes e sofreu três gols.

“O trabalho que fazemos é bastante árduo. A gente vai muito atrás, e são muitas as dificuldades que a gente sente, na questão das viagens e de transporte, mas a gente nunca deixou a modalidade para trás. Temos a Bolsa Atleta do Estado, que ajuda nossos atletas, e a Funesp [Fundação Municipal de Esporte de Campo Grande] também nos ajuda com o imediato”, descreveu Ferreira.

 

Fonte CE.

Redação Gdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo