Saúde

Campo Grande registra 100 mortes por doenças respiratórias em 2024

Campo Grande chegou ao final da 20ª semana de 2024 com um total de 1.383 casos de síndromes respiratórias e 101 mortes. Na última semana, foram confirmados 98 novos casos e seis mortes, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Dos 98 casos registrados recentemente, 51 ocorreram em crianças de zero a 9 anos e 27 em idosos com mais de 60 anos. No mesmo período do ano passado, houve 64 casos, sendo 41 em crianças, destacando a diferença no comportamento da crise respiratória entre os anos.

Em 2023, a crise começou em março, com um pico na 13ª semana seguido de uma redução. Este ano, os dados mostram um crescimento constante, com a 18ª semana registrando o maior número de casos até agora.

As mortes também apresentam diferenças entre os anos. Na 20ª semana de 2024, as seis mortes incluíram dois bebês menores de um ano, dois idosos com mais de 80 anos, um adulto entre 40 e 49 anos e um idoso de 60 a 69 anos. Em comparação, o ano passado teve uma maior letalidade, com 314 mortes ao longo do ano e um pico até a 25ª semana. Além disso, as doenças respiratórias em 2023 afetaram mais crianças pequenas do que neste ano, até o momento.

A situação de 2024 mostra um aumento contínuo de casos, o que preocupa as autoridades de saúde locais, que monitoram atentamente a evolução da crise respiratória.

Redação Gdsnews

Fonte/midiamax

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo