DestaquesFixoInvestimentoMato Grosso do Sul

Governo de Mato Grosso do Sul injeta R$ 11 milhões em qualificação para o mercado de trabalho.

O convênio prevê uma série de contribuições para o setor econômico do Estado, com impacto positivo principalmente no empreendedorismo.

Nesta terça-feira (30), o Governo do Estado assinou um convênio para investir em qualificação de profissionais para entrarem no mercado de trabalho ou abrirem empresas, com R$ 11 milhões sendo destinados para esse objetivo.

O convênio foi firmado especificamente entre a Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Desse modo, o Governo do Estado entra com o incentivo financeiro, enquanto o Sebrae fornece a qualificação dos profissionais.

Tal convênio prevê, ainda, uma série de contribuições para o setor econômico do Estado, que devem ter impacto positivo principalmente no empreendedorismo.

“São R$ 11 milhões que serão aplicados em diferentes áreas, não só de qualificação, mas em relacionamento com municípios, inteligência, formação”, disse o governador Eduardo Riedel.

O titular da Semadesc, Jaime Verruck, ressaltou o objetivo de investir em empresas voltadas à sustentabilidade.

“Dentro desse processo de inovação, nós inclusive vamos também mandar para a Assembleia a lei estadual de inovação, ciência e tecnologia para exatamente estimular o desenvolvimento no estado de Mato Grosso do Sul, das áreas de inovação. Focado inicialmente nós temos o agro, que tem uma grande gama de inovação a ser desenvolvida, e também, principalmente na bioeconomia”, explicou.

Metas

Conforme pontuado por Riedel, entre algumas ações específicas a serem colocadas em prática em 2024 estão:

fortalecimento do Fórum Permanente das Microempresas;

implementação da Política Nacional de Apoio e Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas;

adesão de 15 novos municípios com de 2,5 mil empresas ativas;

implantação de BI para qualificação profissional e preenchimento de vagas de trabalho.

Para o superintendente do Sebrae MS, Cláudio Mendonça, a projeção é de crescimento. Apenas em 2023, foram 52 mil negócios abertos no Estado.

 

Fonte CE.

Redação Gdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo